top of page

Comissão de Assuntos Econômicos, do Senado, aprova PL da Jornada de 30 horas para Psicólogas(os)


A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) aprovou nesta terça-feira (31) o projeto de lei do Senado (PLS) 511/2017, que fixa em 30 horas semanais a jornada máxima de trabalho dos psicólogos. O texto, apresentado como uma sugestão legislativa, recebeu relatório favorável do senador Rogério Carvalho (PT-SE) e segue para o Plenário.

O projeto modifica a lei que regulamenta a profissão de psicólogo (Lei 4.119, de 1962) para alterar o limite máximo de horas semanais da jornada, de modo a proteger a saúde física e mental dos profissionais. Além disso, segundo a sugestão legislativa, a jornada de 30 horas foi adotada em profissões como serviço social e fisioterapia e não resultou redução de produtividade.

Para o relator na CAE, os psicólogos são submetidos a variações emocionais abruptas que levam a desgaste físico e mental superior ao de outras categorias profissionais. Rogério Carvalho também destaca a atuação fundamental dos profissionais ao longo da pandemia de covid-19, quando foram submetidos a jornadas extenuantes. Para o senador, a proposição não reduz receitas ou eleva despesas públicas.

“O mercado não dispõe de mecanismos que por si só realizem tais ajustes, ou seja, que reconheçam o desgaste associado à profissão e, assim, limitem sua jornada. De modo que é necessário que essa redução da jornada seja imposta ao mercado”, afirma Rogério Carvalho.


QUAIS SERÃO OS PROXIMOS PASSOS?

Agora o texto irá para votação no plenário do Senado, e sendo aprovado, seguirá para Casa Revisora, a Câmara dos Deputados. Nesta nova etapa será necessária nova mobilização, pois se aprovado sem alterações, segue para sanção do Presidente da República.

(Por Pedro França/Agência Senado) Foto: Agência Senado

Commentaires


bottom of page