Retirada da pauta das 30 hs na Comissão de Trabalho de Administração e Serviço Público



No dia 25 de maio de 2022, ocorreu na Câmara dos Deputados, no plenário da Comissão de Trabalho de Administração e Serviço Público, onde estava prevista a votação da PL 1214/2019 que regulamenta as 30H para a psicologia.


Antecedendo a votação foi apresentado um requerimento solicitando a retirada da pauta, a bancada do Partido NOVO foi autora deste requerimento e tinha como representante o Dep. Tiago Mitraud, ao ser questionado, ele argumenta que a discussão da PL1214/2019 deve acontecer juntamente com os empresários e gestores da iniciativa privada e pública, não havendo espaço para a participação da categoria, se negando a tratar do assunto com as instituições representantes da categoria presentes, sendo elas: SindPsiDF, Fenapsi (Federação Nacional dos Psicólogos), CFP (Conselho Federal de Psicologia), CRP-01 (DF).


Esta ação da bancada em oposição às lutas por direitos das categorias da saúde já ocorreu em outros momentos, segundo o Dep. Tiago Mitraud o NOVO continuará atuando para impedir que esta e outras pautas da classe trabalhadora avancem.


Um ataque aos direitos trabalhistas que contribuem para a precarização dos serviços de saúde mental e na atuação do profissional da psicologia em diversas áreas.


Os ideais liberais propagados pelo NOVO, que trabalha pelo desmonte dos direitos dos trabalhadores contribui para a precarização das relações de trabalho, favorecendo instituições privadas que visam o lucro mediante a exploração dos trabalhadores da saúde.


Hoje a política aplicada ao modelo de saúde vigente tem como objetivo principal o desmonte dos serviços públicos e a ampliação da saúde suplementar.


Segundo acordo de procedimento entre os parlamentares membros da comissão, o projeto deve ser reincluído na pauta para a reunião da próxima semana marcada para terça-feira (31), às 9h30


Informações retiradas das redes sociais da FENAPSI: https://www.instagram.com/fenapsi/

15 visualizações